Durante a digestão, ocorre um processo que transforma tudo o que é ingerido em um composto digerido, formado por partes pequenas, a esse processo é dado o nome de sistema digestivo. Os alimentos são decompostos em moléculas mais simples, de menor tamanho, através de processos mecânicos e químicos, suscetíveis para poderem atravessar as paredes do tubo digestivo (meio externo) para o meio interno (sangue e linfa), sendo conduzidos até às células, onde são utilizados no decurso do metabolismo celular.

 Primeiramente, o alimento é levado a boca, triturado pelos dentes, com o auxílio da saliva é umedecido, e a língua ajuda a misturar tudo ainda mais, formando o bolo alimentar. Essa comida desce pela faringe, pelo esôfago e chega até estômago onde ocorre a produção do suco gástrico, a pepsina (outra enzima), em meio ácido (presença de ácido clorídrico), que inicia a “quebra” das proteínas. Do estômago, o bolo alimentar passa ao intestino delgado, lavado por sucos digestivos produzidos pelo pâncreas, pelo fígado e pela parede do intestino. A absorção dos nutrientes começa aqui, principalmente na área do jejuno, exceção feita a algumas pequenas moléculas, como o álcool e a cafeína, cuja absorção ocorre logo na boca e estômago.

Região onde ocorre a absorção dos alimentos

 No duodeno (primeira porção do intestino delgado) se processa a digestão das gorduras, onde a bile (fabricada pelo fígado e armazenada na vesícula biliar) é despejada e emulsifica a gordura. Ela transforma as “gotas grandes” de gordura em “gotas menores”, facilitando que os lipídeos ou gorduras já transformados em componentes mais simples, ácidos graxos e o glicerol, passem pelas paredes dos intestinos.

 Finalmente, os alimentos que já foram quimicamente transformadas pelas enzimas, ocorre a absorção das moléculas, são modificados para conseguirem atravessar o canal da parede do intestino e ganhar o sangue, que distribuirá essas moléculas a todas as células do corpo. Grande parte da água existente no bolo alimentar também é absorvida.

 No intestino grosso, ao nível do cólon, ocorre também absorção de determinadas substâncias, como aminoácidos e vitaminas resultantes da ação das bactérias da flora intestinal. Nesta zona do intestino, os nutrientes –  água e sais minerais, são absorvidos em maior quantidade. Os restos alimentares que não foram digeridos chegam ao intestino grosso, onde a absorção de água continua ocorrendo, daí então são formadas as fezes.

Mais informações por email

Outro textos: