Muitas pessoas quando decidem fazer uma viagem, tem problemas em saber o que pode ser levado ou não no avião. Portanto é preciso ficar atento as exigências estipuladas pelos órgãos reguladores. De acordo com a Receita Federal, os objetos considerados bens do viajante e se enquadram no conceito de bagagem devem ser, necessariamente os objetos destinados a uso ou consumo pessoal, devido as circunstâncias da viagem, são inclusos também os bens que serão para presentear, ou destinados a alguma atividade profissional. Porém os mesmo não podem permitir a presunção, ou seja, não ter indícios que sejam para importação ou exportação com fins comerciais ou industriais, devido a quantidade, natureza ou variedade.

O que não pode levar no avião

Objetos que não podem ser levados na viagem seja no Brasil ou exterior:

  • Automóveis, motocicletas, veículos automotores terrestres suas partes e peças;
  • Aeronaves e suas partes e peças;
  • Alarmes;
  • Explosivos: cartuchos vazios, munições, material pirotécnico, arma de caça, fogos de artifício.
  • Gases: cilindros de oxigênio;
  • Sólidos inflamáveis: fósforo;
  • Materiais radioativos;
  • Materiais corrosivos;
  • Material biológico;
  • Armas brancas:
  • Qualquer outro tipo de arma, exceto as restrições especiais amparadas pela legislação;
  • Objetos pontiagudos ou cortantes.

Objetos que não podem ser levados na viagem para o exterior:

  • Frutas e hortaliças frescas;
  • Insetos, flores, plantas;
  • Sementes ou mudas de plantas.
  • Animais de companhia.
  • Aves domésticas e silvestres, espécies exóticas sem autorização do Ministério do Meio Ambiente;
  • Peixes e pássaros ornamentais;
  • Carne de qualquer espécie animal;
  • Leite e produtos lácteos, ovos e derivados;
  • Produtos e materiais biológicos;
  • Alimentos para animais;
  • Terras;
  • Agrotóxicos.
  • Peles e couros de anfíbios e répteis, em bruto;
  • Quaisquer obras de arte e ofícios tradicionais, produzidos no Brasil até o fim do período monárquico, as oriundas de Portugal e incorporadas ao meio nacional durante os regimes colonial e imperial e as produzidas no estrangeiro, nesses mesmos períodos, e que representem personalidades brasileiras relacionadas com a História do Brasil ou paisagens e costumes do País sem autorização do Ministério da Cultura;
  • Acervos documentais, completos ou parciais, constituídos de obras brasileiras ou sobre o Brasil, editadas nos séculos XVI a XIX;
  • Coleções de periódicos com mais de dez anos de publicação, e também as cópias antigas de partituras musicais.
O que não pode levar no avião

Seguindo as regras corretamente, o viajante fica isento de complicações com os órgãos reguladores de viagem e com a justiça. Além de realizar tranquilamente a viagem programada. Maiores informações podem ser obtidas  nos seguintes sites: Receita federal: http://www.receita.fazenda.gov.br/  –  Infraero: http://www.infraero.gov.br/.

Mais informações por email

Outro textos: