A gordura serve como nutriente para corpo, assim ela não pode ser eliminada pelos rins, responsável pela urina. Para que isto ocorra, seja um nutriente, proteína, gordura, ou glicose, é necessário que haja uma falência na função renal. Os rins funcionam como filtro do sangue que elimina as toxinas e mantem as substancias essenciais para o metabolismo dentro do organismo.

Do mesmo jeito, o intestino não pode eliminar gordura através das fezes. O intestino tem a função de absorver os nutrientes dos alimentos e colocá-los dentro da circulação sanguínea disponibilizando os nutrientes para o metabolismo do corpo.

Diversos medicamentos prometem a eliminação da gordura através da urina, mas o certo é que não há nenhum tipo de medicamento ou processo que faça com que os rins ou o intestino elimine o excesso de gorduras do corpo. Se o isso ocorresse, na realidade não existiriam pessoas obesas.

A gordura sai pela urina

Toda a gordura que atinge a circulação sanguínea ou será metabolizada em energia, queimada ou será distribuída pelo corpo onde terá novo depósito. Se qualquer tratamento realmente chegar a mover as gorduras do interior das células para o exterior toda esta gordura será levada ao fígado onde irá ser metabolizada e então redistribuída de modo que não há ocorrência da diminuição da quantidade total da gordura corporal. Assim a gordura por necessidade de disponibilização de energia durante este processo não seria redistribuída, mas sim transformada em energia.

Mais informações por email

Outro textos: